Evento na Pitombeira marca encerramento da programação alusiva ao Dia da Consciência Negra

O Quilombo da Pitombeira, juntamente com a Prefeitura Municipal de Várzea, encerraram nesta sexta-feira, dia 29 de novembro, a programação alusiva ao Dia da Consciência Negra, comemorado no último dia 20. O cronograma de ações trouxe espaços e momentos como palestras, depoimentos, exposição de trabalhos realizados em sala de aula, sessão solene, artesanato, apresentações culturais e o já tradicional "café das pretas".

Na culminância, o presidente da comunidade, Getúlio Hermínio, deu boas vindas ao público e em seguida Dona Geraldina (94 anos) e seu filho, Antônio Lisbôa, contaram um pouco da história de resistência e costumes do povo quilombola.

Autoridades, professores, alunos e representantes de instituições federais também marcaram presença no evento. Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde realizaram aferição de pressão, vacinação e testes de glicemia, HIV e Hepatite C.

"A participação de todos é muito importante, pois através deste momento aprendemos a valorizar e respeitar a cultura negra no Brasil e saber que uma cor não define ninguém e sim, o caráter, a personalidade, os valores humanos e espirituais", enfatizou seu Antônio.

O Dia da Consciência Negra foi criado em 2003. A ocasião é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, um dos maiores líderes negros do Brasil que lutou pela libertação do povo contra o sistema escravista.

- « Voltar